Economia – Aposentados e pensionistas do INSS ficam sem benefício de antecipação do 13º de novo

Por Vanessa Rezende, Do G7 On

São Paulo – 05/04/2021 | 14h

Aposentados e pensionistas do INSS mais uma vez ficaram no vácuo do governo federal quanto a antecipação do 13º salário do INSS.
Na semana passada, o Presidente Jair Bolsonaro havia dito que liberaria o pagamento para esta semana, após a rodada de liberação do Orçamento no Congresso.
Houve grande expectativa por parte do público, 31 milhões de pessoas que seriam beneficiadas diretamente com essa antecipação.

Isso porque, essas pessoas estão sustentando famílias por causa da pandemia de Covid-19, e esse benefício extra agora ajudaria muito.
Mas as burocracias do governo e das leis brasileiras atrasarão.
O bloco econômico do governo federal, resolveu mexer no Orçamento e rever as despesas antes de liberar qualquer gasto extra.
O Ministro da Economia quer saber, onde vai poder mexer no futuro para cortar gastos, já que o Orçamento aprovado neste ano não foi nada ideal.
O governo federal tem uma enorme dificuldade, não em arrecadar e nem em pagar os salários do INSS, pois essas previsões já existiam na lei Orçamentária.
Mas tem dificuldades em executar o Orçamento da forma como ele foi aprovado.

Por causa desses impasses o governo adiou a antecipação do 13º salário.
Ou seja, ninguém receberá o valor nessa semana como prometeu Bolsonaro.
A expectativa é que os impasses sejam resolvidos a tempo do próximo pagamento, a ser realizado entre o final de abril e começo de maio, para os aposentados e pensionistas.
Mas nada é certo ou garantido até que a Folha do INSS esteja virada e garanta essa manobra, entre os dias 15 a 20 de abril.

Outra coisa que é importante salientar, é que o aumento da margem de consignado, sancionado pelo Presidente Bolsonaro na semana passada, até hoje não entrou em vigor.
Apesar de ter virado lei, o INSS ainda não disponibilizou as novas margens para que os aposentados e pensionistas possam usa-las.
Outro pontapé fatal na questão econômica dos beneficiários.