Luto no Reino Unido – Príncipe Philip não terá funeral aberto ao público

Marido de Rainha Elizabeth faleceu nesta sexta no Palácio em que morava na Inglaterra

Por Nathália Mello, Do G7 On

09/04/2021 | 11h

Atualizado | 14h48

Na manhã desta sexta-feira, 9 de abril, o Reino Unido ficou de luto.
A Família Real anunciou a morte do Príncipe Philip marido da Rainha Elizabeth.
A morte ocorreu de maneira pacífica segundo o comunicado, no Palácio onde ele morava com a esposa.
Mas as causas do óbito não foram reveladas.

Em fevereiro, o Príncipe que tinha 99 anos de idade, teve uma infecção respiratória e precisou ficar internado.
Em março, ele passou por um procedimento cardíaco e teve nova internação.
Mas nos últimos dias ele esteve em repouso, nos seus aposentos no Palácio Real.

Philip era uma voz importante no reinado de Elizabeth II.
E chegou a ser grande conselheiro da Mulher em muitos momentos cruciais para a monarquia.
Ele completaria 100 anos em 10 de junho.

Autoridades britânicas e celebridades lamentaram a sua morte.
O Primeiro-Ministro Boris Jonhson, fez um pronunciamento minutos depois do comunicado oficial de morte, exaltando as qualidades do Príncipe, e agradecendo por seus serviços prestados a nação.

O Príncipe era integrante das Forças Armadas Britânica tendo servido na Marinha.
Ele abandonou carreira militar, ao se casar com Elizabeth II após a 2ª guerra mundial.
O comunicado oficial indica que, ele não terá um funeral de Estado, comum nesses casos.
O motivo é a pandemia da Covid-19.
O velório deve ser reservado a família com um sepultamento discreto.
O Palácio e a Família, pede que as pessoas não se exponham a Covid, e nem tentem prestar homenagens ou o último adeus ao Monarca.