SP volta para fase vermelha do plano de quarentena, apesar de Comitê de especialistas ser contra

Por Lívia Tomazelli e Nathália Mello, Do G7 On

São Paulo 09/04/2021 | 15h28

O estado de São Paulo vai sair na segunda-feira, 12, da fase emergencial do plano de quarentena, e regressar a fase vermelha de flexibilização.
O anúncio foi feito em coletiva de imprensa pelo governador João Doria e sua equipe, nesta sexta-feira.
Mesmo com a recomendação do Comitê de Contingenciamento da Covid-19 do estado, o governador preferiu ouvir a equipe de assessores e secretariado e flexibilizou as regras.
Voltando para a fase vermelha, algumas regras passam a mudar.
São Paulo continuará tendo toque de recolher, das 20h as 5 da manhã.
Mas as lojas e os bares e restaurantes podem reabrir para que as pessoas façam retirada na porta.
O sistema de entrega em casa Delivery, está liberado também.
Os jogos de futebol estão liberados, desde que os times entrem em campo sem torcida, e os jogadores apresentem testagem negativa para a Covid-19.
As escolas também voltarão a funcionar em São Paulo.
As aulas presenciais na rede pública e privada já podem ser retomadas a partir do dia 12, mas para a rede pública a Secretaria determinou o regresso no dia 14.
A vacinação de professores será iniciada no estado neste dia 10, em todo estado paulista.
A partir do dia 12, idosos acima dos 67 anos recebem a 1ª dose da vacinação também.

O governo de SP disse na coletiva, que ir para a fase vermelha não quer dizer que as pessoas podem relaxar.
Mas sim, que os números começaram a melhorar.
Os índices devem ser reclassificados depois de 19 de abril, quando o governo espera já ter melhores resultados relacionados a pandemia da Covid-19.
Contudo a realidade parece distante da necessidade.
A realidade mostra que todos os dias, mais de 1000 pessoas continuam a morrer em São Paulo.
Foram 1008 mortes só nesta sexta-feira segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde.
Os números mostram ainda que 89% de leitos de UTI no estado estão ocupados por pacientes com Coronavírus.
Mas, apesar disso o governo vê que os números começaram a diminuir, o que é suficiente para as liberações.

O governo ainda acredita que esses índices continuarão a melhorar nas próximas semanas.
E já fala que algumas regiões do estado poderão ir a fase laranja de flexibilização, com maiores aberturas e menos restrições, a partir de maio.
Apesar da mudança de fases no estado agora,
bares e restaurantes ainda não podem receber o público para consumo.
Eventos e shows não podem acontecer no estado.
E os cultos e missas seguem proibidos nas igrejas.