Com apoios de impulsionamento, Danilo Gentili se projeta como presidenciável em 2022

Por Anna Keringger, Do G7 On

11/04/2021 | 7h

O apresentador e humorista Danilo Gentili, começa a trilhar um novo caminho em sua vida e carreira.
Com um vácuo na política muitas personalidades tentam se impulsionar para se transformar em lideranças da sociedade rumo a um novo Brasil.
Como o nome de Gentili surgiu em pesquisas de intenção de votos, após críticas feitas por ele a muitos governadores, políticos tradicionais e até ao Presidente Jair Bolsonaro,
acabou se transformando numa via de opções.

Sua proximidade com o Movimento Brasil Livre, que foi para a rua contra Dilma Rousseff, e que agora defende a saída de Bolsonaro, Gentili também empatou nas pesquisas com o
apresentador Luciano Huck.
Isso fez com que ele se impulsionasse no cenário político como uma possível terceira opção do Brasil, entre Lula e Bolsonaro.

Gentili tem apoio do MBL mas também de outras figuras importantes do cenário atual da política e de fora dela, mas com influências.
O ex-juis e ex-ministro de Bolsonaro Sérgio Moro, escreveu em uma coluna que se Gentili se candidatasse teria o seu voto.

Isso fez com que Danilo, se projetasse ainda mais com vontade nesse ramo.
Neste sábado 10 de abril, Gentili se reuniu com o MBL para ouvir suas pautas e tentar se alinhar ao Movimento na sua possível candidatura.
O apresentador ainda não é filiado a nem um partido político.
Encontrar uma legenda que o receba de braços abertos, e que embarque na sua candidatura ao Planalto, também é outro desafio.
O MBL não tem boa relação com a maior parte dos partidos, mas alguns deles abrigam líderes do movimento.
A ideia é que uma dessas legendas possa receber Gentili, se for o caso.
As conversas são iniciais, mas sua candidatura pode começar a movimentar o xadrez político, desde já.